quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Quando as lágrimas não param

Ele não mais voltará. Ela ainda vai chorar. Não haverá consolo para a distância, nada que acalme o coração ou que alivie tamanha dor. Por que a vida deve terminar assim? Por que tudo fica tão pequeno, o amor se torna tão grande e a vida tão frágil? As lágrimas cairão sobre as folhas escritas, borrando de azul o branco papel, perdendo para sempre todas as promessas.

E tudo fica assim tão improvável. Coisas sem qualquer explicação. Dia a dia, sentirá a dor, cada vez mais forte, até que diminua, voltando, às vezes, nas crises. Os outros se esquecerão, tudo seguirá seu curso, a vida flui de qualquer forma. Mas, para quem chora, o tempo não passa, a dor não acaba e os amores não morrem.

Um comentário: